Quantas vezes dá para fazer sexo em seguida?

Getting your Trinity Audio player ready...

Dar duas, três ou mais em seguida é uma grande fantasia masculina. Quantas vezes o homem pode ter ereção e orgasmo? Qual é a média — ou melhor, existe uma média?

Homem No Espelho - Quantas vezes dá fazer sexo em seguida? - período refratário

Por Wilson Weigl

Fotos: Deposit Photos

Dar duas, três ou mais em seguida durante o sexo — como um ator pornô — é uma das grandes fantasias masculinas. Até homens felizes com sua vida sexual ficam preocupados por não conseguir ter várias ereções num mesmo período.

Quanto tempo demora para ficar pronto para uma outra? Quantas vezes um homem é capaz de ter ereção e orgasmo? Qual é a média, ou melhor, existe uma média?

Não existe regra ou parâmetro a respeito do tempo “normal” para ter uma nova ereção depois do orgasmo. Todo homem precisa de um intervalo de tempo para retomar a ereção — o chamado período refratário.

Esse período não tem uma duração certa:  varia de homem para homem e depende de muitos fatores, como idade, saúde geral, estilo de vida, libido, nível de excitação e satisfação com a(o) parceira(o) e disposição física. Alguns homens ficam prontos para uma nova rodada de sexo após alguns minutos e outros precisam de várias horas.

Homem No Espelho - Quantas vezes dá fazer sexo em seguida? - período refratário

Durante o período refratário, o pênis não endurece e pode ficar hipersensível. Estímulos que normalmente o excitariam (como manipulação e sexo oral) têm menos efeito.

Segundo as pesquisas médicas, poucos homens conseguem “dar duas” em seguida: menos de 10% dos na faixa dos 20 anos e menos de 7% dos acima de 30 anos. E mesmo aqueles que eventualmente atingem essa façanha não são capazes de repeti-la sempre.

O tempo que leva para um homem estar pronto para nova ereção e ejaculação normalmente está fora de seu controle. O período refratário ainda é um fenômeno fisiológico pouco compreendido, mas atribuído à ação do cérebro por meio da liberação de hormônios neurotransmissores que inibem uma nova ereção imediata.

É algo muito diferente das mulheres, que têm o privilégio de poder ter orgasmos múltiplos numa só relação. Depois do primeiro gozo, o corpo sustenta a excitação e continua acumulando tensão até que acontece uma nova descarga de prazer. Homens podem ter vários orgasmos durante uma relação, mas não de forma contínua, como ocorre com as mulheres — nem todas, aliás: a grande maioria experimenta isso poucas vezes na vida ou às vezes nunca.

Homem No Espelho - Quantas vezes dá fazer sexo em seguida? - período refratário

Nos homens, orgasmo e ejaculação são dois processos distintos, apesar de ligados. O orgasmo pode ocorrer sem que haja a expulsão do esperma: é o orgasmo seco. Seja na relação sexual ou na masturbação, nos sucessivos orgasmos cada vez menos esperma é expelido, porque o corpo demora algum tempo para produzir fluido seminal. Mas ainda que seja possível ter um orgasmo sem ejaculação, a maioria dos homens só tem orgasmos concomitantes à expulsão de esperma.

A quantidade de ereções e orgasmos que um homem pode ter em uma só relação sexual ou em um só dia depende de vários fatores:

  • As características funcionais do homem

A frequência da ejaculação depende de vários fatores como a idade, saúde física, saúde mental, estado de relacionamento, níveis hormonais e libido, apenas para citar alguns.

Alguns homens podem ter várias ereções durante uma só relação sexual, enquanto outros só uma. Não tem nada a ver com ser mais potente, ter mais testosterona ou ser mais “macho”. É uma questão de como os processos fisiológicos ocorrem em seu organismo, não apenas em nível físico, mas também em nível psicológico ou mental.

Homem No Espelho - Quantas vezes dá fazer sexo em seguida? - período refratário

  • A idade do homem

Quanto mais se envelhece, mais longo se torna o período refratário. Enquanto os jovens podem conseguir uma nova ereção em poucos minutos e às vezes até na mesma hora (o famoso “dar duas sem tirar”), os maduros podem precisar de 30 minutos a até 24 horas para estar em condições para uma nova penetração.

  • O nível de tesão

O nível de excitação e satisfação com a(o) parceira(o) no ato é fundamental. Frequentemente o homem experimenta uma relação sexual tão intensa que se sente satisfeito apenas com ela.

Recentemente a atriz Deborah Secco revelou que no início do relacionamento com o marido Hugo Moura o casal transava em média dez vezes por dia. Essa frequência muito acima da média não deve jamais ser tomada como parâmetro para nenhum relacionamento, nem para o desempenho sexual masculino. Mas mostra como o estado da libido dos parceiros pode ser determinante na quantidade de relações e, também, para a capacidade de ereção do homem.

Homem No Espelho - Quantas vezes dá fazer sexo em seguida? - período refratário

  • O estado psicológico

Longos períodos refratários também podem ocorrer por razões psicológicas. Ansiedade, tensão, depressão, estresse, períodos de baixa autoestima e uso de bebidas ou drogas não apenas diminuem a libido do homem como também influenciam o mecanismo físico da ereção no ato sexual.

A “ansiedade de performance” é a grande inimiga da ereção. O excesso de expectativa ou medo de falhar provoca uma descarga de adrenalina que dificulta o relaxamento do músculo peniano e a entrada do sangue que provoca a ereção no pênis. Enquanto a adrenalina circula, ele não fica totalmente duro. Para quem já viveu o problema, o medo de que a situação se repita pode desencadear o mesmo processo ansioso que leva à broxada.

Qualidade é mais importante do que quantidade

A vida sexual do homem não se define pelo número de vezes que ele faz sexo, seja numa única noite, seja numa semana ou num mês. O importante é a qualidade do ato sexual, o prazer mútuo que ele proporciona aos parceiros, tanto num relacionamento quanto no sexo casual.

Homem No Espelho - Quantas vezes dá fazer sexo em seguida? - período refratário

Da mesma forma que não existe regra ou parâmetro sobre “quantas” um homem deve “dar” numa só noite, também não existem regras sobre frequência sexual. Há quem curta transar todo dia como há quem se satisfaça com uma vez por semana ou até menos. Fundamental é que haja sintonia sexual entre os parceiros: o que está bom para um também está bom para o outro.

E para finalizar, leve em conta o impacto que a saúde tem na vida sexual. É importante investir em exercício físico, adotar uma alimentação saudável e regrada, manter o sono em dia, controlar o estresse, a ansiedade e condições como diabetes e hipertensão

SIGA O HOMEM NO ESPELHO NO INSTAGRAM

3 Comentário

  1. eu tenho relação todos os dias com meu parceiro,ele fica tão excitado que conseque dar 2 sem tirar,as vezes até 3,tenho 46 ele 48,4 anos juntos,disse que nunca foi assim com ninguém, só comigo,fazemos tudo que temos vontade,ele chega a gemer alto,as vezes parece até q estou posuida,faço coisas com ele q nunca fiz com outra pessoa,,e muito bom.

  2. Homens podem ter orgasmos múltiplos como mulheres também. Os chineses já descobriram isso há mais de 3.000 anos e essas páginas insistem em repetir mentiras. Tanto pela estimulação da próstata quanto pelo controle ejaculatório, homens podem e devem ter orgasmos múltiplos também.

  3. Depende da modalidade e de estar ou não no protagonismo: ter ereção ao penetrar vagina ou anus, no máximo na via de regra: duas vezes a contento! Já a ereção pela penetracao sentida no anus, ainda pode sempre surgir mais vezes porque o carinho recebido, reparar o peitoral do parceiro acaba até (para mim) agradando bem mais que ser penetrado!

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.