Protetor solar: decifre as informações do rótulo

Ao escolher o protetor solar, é preciso saber o significado das siglas — FPS, PPD, UVA, UVB — e termos científicos (luz visível, antioxidantes, amplo espectro) nos rótulos.
Homem No Espelho - Informações do rótulo do protetor solar

Por Wilson Weigl

Fotos: Deposit Photos

O protetor solar faz tanto pela pele que todas suas boas ações não cabem no rótulo. E é por isso que as embalagens têm tantas siglas, abreviações e nomes científicos muitas vezes difíceis de entender — FPS, PPD, luz visível, amplo espectro, antioxidantes, radicais livres —, o que dificulta a escolha do produto ideal. Mas o Homem No Espelho decifra tudo para você.

“O risco de não saber o significado dessas informações pode fazer com que se compre um filtro não indicado para sua pele ou, também, que não se dê o devido valor a um produto que oferece proteção mais eficaz e abrangente”, diz a dermatologista Ana Maria Pellegrini, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, responsável técnica da clínica Pelle.

Ao comprar um filtro solar não basta mais optar por um produto de marca conhecida, com proteção alta e preço justo. Existem outros fatores a levar em conta, como a presença de antioxidantes na fórmula. “Conhecer as características de um filtro é fundamental, já que estamos falando de um produto que protege contra envelhecimento, manchas, rugas e câncer de pele”, acrescenta a médica.

Homem No Espelho - Informações do rótulo do protetor solar

Antes de você ficar craque nos significados de todos os termos dos rótulos, um lembrete importante. Os dermatologistas aconselham o uso de filtro solar com no mínimo FPS 30. E como nenhum protetor pode filtrar 100% dos raios UVB do sol, os médicos recomendam também usar boné, chapéu, roupas com proteção solar e ficar na sombra.

LEIA TAMBÉM

 Conheça as informações dos rótulos dos filtros.

UVB

A radiação ultravioleta B causa queimaduras e vermelhidão na pele, mas é mais branda que os raios UVA, por penetrar apenas na camada superficial da pele (a epiderme). É ela que é mais forte entre as 10h e 16h. “Seu grau de proteção é medido pelo FPS (veja abaixo) e é uma radiação que pode furar o bloqueio dos filtros solares com FPS baixo”, explica Ana Maria Pellegrini.

UVA

A radiação ultravioleta A penetra profundamente na pele até suas camadas internas e é a principal responsável pelo envelhecimento precoce, manchas, rugas, flacidez e câncer. Pouco percebida, por ser indolor, afeta a pele o dia inteiro, o ano todo, atravessa nuvens, janelas e vidros dos carros.  ,  Os raros UVA estimulam a formação de radicais livres, moléculas nocivas que oxidam as células (leia mais abaixo). “Esse tipo de radiação não é bloqueada totalmente com protetor solar, principalmente pelos que só oferecem proteção FPS”, explica a dermatologista. Por isso, é preciso prestar atenção se o protetor solar oferece proteção PPD (leia abaixo).

FPS

A sigla de Fator de Proteção Solar refere-se apenas aos raios UVB, aqueles que causam queimaduras e vermelhidão na pele. O número do FPS indica uma relação complicada entre a exposição ao sol e o tempo que a pele leva para avermelhar. Hoje, porém, o conceito de proteção solar leva em consideração a dose suberitematosa, um dano criado antes mesmo da pele ficar vermelha, que dá origem às sunburn cells (células que sofreram alterações no seu DNA, entrando em risco de virar câncer de pele). A proteção FPS só diminui a ação dos UVB e pouco defende a pele contra os raios UVA, infravermelhos e a luz visível (veja abaixo).

PPD

Sigla de Persistant Pigment Darkening, indica proteção contra os raios UVA, que causam envelhecimento precoce e câncer de pele, atravessam nuvens e janelas e são fortes o dia todo. Os filtros atuais informam no rótulo seu nível de proteção contra a radiação UVA ou citam que oferecem “proteção de amplo espectro”. “O PPD deve ser maior que 10 e, no mínimo, um terço do FPS”, explica a médica.

Amplo espectro

O protetor solar deve defender a pele dos raios UVA e UVB, mas vários produtos de amplo espectro protegem também de outros tipos de radiação solar que prejudicam a pele, como a luz visível (veja adiante). Por isso, proporciona defesa mais abrangente contra o envelhecimento (manchas, rugas e flacidez) e o câncer de pele. “O filtro de amplo espectro pode conter ativos antioxidantes e anti-inflamatórios que ‘limpam’ parte da ‘sujeira’ oxidativa deixada pela radiação que escapou do filtro solar, porque nenhum deles confere 100% de proteção”, afirma Ana Pellegrini.

Antioxidantes

Os melhores filtros solares têm ativos antioxidantes, substâncias que minimizam a formação de radicais livres, que provocam danos profundos na pele (leia abaixo) Segundo a dermatologista, o protetor solar com antioxidantes não apenas protege a pele, mas também ajuda a reparar o processo inflamatório causado pela radiação solar e pela poluição. Alguns antioxidantes importantes: vitaminas E, C, A, B3 (niacinamida), resveratrol (obtido da uva) e ácido ferúlico.

Radicais livres

O filtro solar com ativos antioxidantes ajuda os danos causados pelos radicais livres nas camadas profundas da pele. Eles são moléculas instáveis (por isso chamadas de “livres”) e altamente reativas que, em excesso, passam a atacar células sadias, danificando suas membranas e estruturas. A formação de radicais livres resulta dos processos metabólicos do organismo e se acelera não só pela exposição à radiação solar, mas também por estresse, poluição, maus hábitos alimentares, cigarro e excesso de consumo de bebidas alcoólicas.

Toque seco

O filtro com toque seco tem ingredientes (como sílicas) que reduzem a produção de sebo da pele, diminuindo a oleosidade, o brilho excessivo e a sensação de cara melada. Ideais para peles oleosas, por evitar espinhas e poros dilatados, muitas vezes são identificados nos rótulos como “efeito mate” (fosco).

Luz visível

Essa é a parte dos raios solares captada pelos olhos que permite enxergar os objetos, também emitida por computadores, celulares, tablets e pela iluminação de lâmpadas, principalmente fluorescentes. Apesar dessa radiação acelerar o envelhecimento da pele e causar manchas e rugas, estudos mostram ser irrelevante o dano provocado pelas telas. “A quantidade de energia emitida pelos aparelhos eletrônicos é muito baixa comparada à luz solar — é com ela que devemos nos preocupar”, diz Ana Maria Pellegrini. Muitos bons filtros solares oferecem proteção contra esse tipo de radiação.

IR (Infravermelho)

Sigla mais rara de ser encontrada, de Infrared ou IV, são os raios solares sentidos como calor ou mormaço. “Esse é um comprimento de onda que atinge a camada profunda da pele, a derme, onde estão as fibras que dão sustentação, elasticidade e firmeza. Além disso, o infravermelho também está associado a piora de manchas pré-existentes. A dermatologista explica que só  filtros físicos ou com cor oferecem proteção contra os raios infravermelhos. Também recomenda o uso de produtos com antioxidantes, que diminuem o processo inflamatório causado por essa radiação.

À prova d’água

A informação parece óbvia, mas quase sempre é exagerada. O correto é que alguns protetores “resistem” à água do mar e piscina e ao suor. Um filtro “resistente à água”, permanece eficaz por cerca de 40 minutos na pele molhada; se for “muito resistente à água”, por 80 minutos. No entanto, a recomendação médica para garantir a proteção deve-se reaplicar a cada 2 horas e após entrar na água.

Cor

Uma das boas inovações em proteção solar são os filtros com cor, que também cobrem as imperfeições da pele. Existem filtros com vários gradações de tonalidade de pele, da mais clara à negra, e outros que servem para todo tipo de pele. “Eles têm substâncias como dióxido de titânio e óxido de zinco, que conferem proteção física como barreira contra a radiação, incluindo a luz visível. São ótimas opções para quem tem manchas, que podem piorar com a exposição prolongada à luz visível de computadores e lâmpadas”, diz Ana Maria Pellegrini.              

Filtros químicos e físicos

Os dois tipos agem de maneira diferente na pele. Os filtros físicos têm partículas de minerais como óxido de zinco e dióxido de titânio, que refletem e rebatem a luz solar. Já os filtros químicos absorvem a radiação UV, transformando-a em baixa energia, com menor capacidade de causar prejuízos. A maioria dos produtos no mercado, sem cor, conta apenas com a proteção química, enquanto os produtos com cor oferecem ambos tipos de proteção.

HOMEM NO ESPELHO INDICA:

Ada Tina Normalize Hydra Comfort FPS 90

Ada Tina Normalize Hydra Comfort FPS 90

Com alta proteção, o filtro contém vitamina E, antioxidante que ajuda a neutralizar a ação dos radicais livres, moléculas que oxidam as células e danificam a pele em nível profundo. É invisível, não oleoso, rapidamente absorvido e dura 12 horas. É especialmente indicado para quem é suscetível a manchas de pele. Para comprar, clique aqui.

Ada Tina Biosole Extreme FPS 99

Homem No Espelho - Informações do rótulo do protetor solar

Proporciona alta defesa contra os raios UVB, com FPS 99, mas seu ponto forte é a proteção contra os raios UVA (33.5). Protege também da luz visível e tem ação reforçada contra manchas; por isso é recomendado para quem tem propensão a manchar a pele, principalmente por excesso de sol. Para comprar, clique aqui.

Protetor solar Episol Homem FPS 45

homem-no-espelho-protetor-solar-episol-homem

Formulado especificamente para a pele masculina, que é mais grossa e oleosa do que a feminina. Para uso diário, defende o rosto dos raios UVA, UVB e infravermelhos e dos radicais livres. Bem seco, não mela a pele. Para comprar, clique aqui.

Foto: Deposit Photos

1 Comentário

  1. Olá, gostaria de falar contigo sobre a oportunidade de destacar o teu negócio mensalmente em jornais digitais como notícia. Publicamos em veículos de alta autoridade com alcance nacional, garantindo visibilidade. Essa estratégia pode contribuir para aprimorar as análises, opiniões e reputação online do seu negócio, além de impulsionar o posicionamento na web para conquistar melhores resultados nos motores de busca. Podemos redigir as notícias no formato que preferires, como entrevistas ou artigos de interesse sobre o setor. Se possível, poderias fornecer-me um número de telefone para discutirmos mais detalhes?

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.